terça-feira, 19 de agosto de 2014

Deu a louca na Taylor ou é ironia?

Taylor Swift, a cantora de country/folk que gosto bastante está para lançar novo álbum. Legal, mais um com boas canções para a gente ouvir.

Mas o Gif que ilustra o clipe de Shake It Off, a faixa de lançamento do álbum, que se chamará 1989, em homenagem ao ano de nascimento da cantora (que chega aos 25 anos em dezembro) é beem estranho, com uma Swift bem gostosa e dançando de forma excitante, mas no fundo tendo um grupo de dançarinas (???!!!)  fazendo aquela dancinha vulgar (do contrário da dança de Swift, sensual, as ainda elegante) que as mulheres alienadas cismaram de ser "sensual". Uma dancinha que, digamos, espanta cada vez mais os homens.

O que deu na cabeça da Swift, mulher normalmente classuda, elegante, para se promover desta forma? Sei que por dinheiro todos fazem qualquer coisa, abrindo mão até mesmo do bom senso e da ética. Mas Swift não precisava disso, atraindo cada vez mais fãs, justamente pelo seu bom som e por sua postura elegante.

A música do clipe é legal, mas foge totalmente do gênero que a consagrou, lembrando aqueles souls rápidos que costumam tocar como fundo em jogos de basquete. A voz dela está bem diferente e o rap feito no meio da musica ficou meio estranho. Para quem se acostumou com a Swift que conhecíamos, meiguinha, doce e calma, não vai detestar a gravação, mas vai estranhar muito. Em resumo: somando voz e estilo, Shake It Off parece ter sido gravado por outra cantora, bem diferente da Taylor Swift.

Não fomos informados do que se trata, se é uma ironia, ou se a (im)provável futura ex-classuda resolveu "baixar as calças" e aderir a epidêmica onda da sexualidade vulgarmente exagerada. Torcemos que seja uma ironia, pois a sofisticação da beleza e a elegância da atitude de Taylor Swift não combinam com vulgaridade.

Swift se limitou a comentar sobre o clipe desta forma: "A ideia de que as pessoas podem dizer o que quiserem sobre nós a qualquer momento, e nós não podemos controlar isso." Não explicou nada. Aguardemos a repercussão.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.