sexta-feira, 14 de outubro de 2016

Joanna Levesque usa codinome para carreira musical

Quando se canta para adolescentes, deve ser o mais simples possível. Com a mente em fase de aperfeiçoamento, os mais jovens precisam de algo que facilite o entendimento, para depois com o tempo, expandirem a sua capacidade de compreensão.

É este o público-alvo das atrizes que viraram cantoras Joanna Levesque e Hailee Steinfeld. A música descompromissada, dançante e prioritariamente visual deixa bem claro isso. Não dá para esperar de cada uma das duas cantoras algo parecido com o que sempre fez Bob Dylan, recentemente agraciado com um Nobel de Literatura. Nem queremos esperar.

Havíamos falado em outra oportunidade que o nome "Hailee Steinfeld" soa sofisticado demais para o público que ela quer atingir. Os fãs até lhe deram um apelido "Haiz", que se tornou nome de seu compacto de estréia (transformado em álbum no Japão). 

Hailee poderia assinar definitivamente como Haiz na sua carreira musical, já que a atriz Joanna Levesque assina como Jojo (ou Jo Jo) em sua carreira musical. O pop dançante cantado pelas duas, com atitude inspirada no universo do hip hop, exige menos complicação possível e um nome simples, fácil de pronunciar e ser memorizado seria ótimo para este público. Hailee faz o que bem entende, mas se adotasse "Haiz", a sua popularidade seria ainda maior.

Fica aqui a sugestão e de brinde uma foto com o único registro do encontro com as duas, que cantaram Superstition do soulman Stevie Wonder com Charlie Puth no piano. Do lado a foto do novo álbum da Jojo, assumindo o apelido como nome "de guerra".

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.